quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Instituto Nômades e Ishtar realizam 2º Curso de Capacitação de Doulas


O Instituto Nômades e o Ishtar - Espaço para Gestantes realizarão seu 2º Curso de Capacitação de Doulas em março de 2012, no Grande Recife. O curso é voltado para mulheres de qualquer formação profissional que desejam ajudar outras mulheres durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, com foco na humanização do parto e do nascimento. A carga horária total de 40 horas, dividida em 5 dias, incluirá uma atividade prática de 6 horas de duração em uma maternidade local.

As aulas teóricas serão ministradas por uma equipe interdisciplinar com vasta experiência na atenção ao parto, que inclui doulas, obstetras, enfermeira obstetra e fisioterapeuta. A atividade prática terá a supervisão de uma doula experiente.

As vagas são limitadas!

Mais informações e inscrições:
dan@institutonomades.org.br | espacoishtar@gmail.com

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Fotos do Encontro - 17/12/2011 - DoAção

Nossa manhã de sábado começou com algumas guloseimas, sementes, frutas, salada de frutas e água de côco: um lanche bem legal para começar o dia!

Várias crianças estavam presentes!

Os papais e mamães também!
O papo foi descontraído e ainda sorteamos algumas camisas doadas pela Cris Kiki (PP - Vitória/ES).
Uma das ganhadoras foi a Lia Miranda, a super mãe da pequena Margarida e da esperta Emília.
Outra ganhadora foi Waleska, mãezona de Morena.
Graças a presença das famílias que passaram pelo Ishtar Brasília, conseguimos arrecadar roupas, brinquedos e outros utensílios que serão brevemente entregues a mães carentes de Brasília.
Para marcar esse dia, Rafaela preparou com todo mimo alguns sachês com as cores e o símbolo do Ishtar.
Ao final da manhã, a foto para marcar mais um encontro e mais um ano que nos reunimos para falar, ouvir e doar!
O Ishtar Brasília deseja um Feliz Ano Novo para tod@s que passaram pelo grupo!
Até a próxima!



sábado, 17 de dezembro de 2011

Doula: as mãos que acolhem e apoiam

Dia de 18 de dezembro de 2011, dia de Nossa Senhora do Bom Parto, será comemorado pela primeira vez o Dia da Doula no estado de São Paulo, através da Lei Estadual Nº 14.586 - Autoria da Deputada Estadual Ana Perugini.


Para todas as mulheres que se dedicam a doular, é uma forma de festejar e divulgar um papel tão antigo e importante na vida das mulheres gestantes e parturientes, mas ao mesmo tempo ainda pouco conhecido e reconhecido. E para as mulheres que estão na fase da vida que podem precisar desse apoio, é uma forma de conhecer, se aproximar.

O significado da palavra doula é "a mulher que serve" e hoje é atribuído ao papel da mulher que dá suporte físico e emocional especialmente durante o trabalho de parto, mas também antes e depois deste. É um papel desempenhado antigamente por mulheres com experiência, já mães, como a própria mãe, tia, avó e mulheres da comunidade, que apoiavam a parturiente no momento do nascimento e pós parto.

Com a medicalização e institucionalização do nascimento, esse papel foi perdendo força e espaço, infelizmente. No Brasil, com a maior divulgação sobre o resgate do parto humanizado, o respeito e não-violência a mulher no momento de parir, a doula tem retomado, aos poucos, esse lugar de suporte inexistente na equipe e tão necessário à mulher.

No Brasil estima-se que hajam cerca de 3.000 doulas capacitadas, porém apenas entre 10% a 20% atuantes, seja como voluntárias ou autônomas. Em nossa região de Sorocaba, são menos de 10 doulas conhecidas e ativistas, mas que tem auxiliado muitas mulheres em partos hospitalares e domiciliares, mudando aos poucos a realidade obstétrica com grupos de apoio, manifestos, movimentos, divulgação em mídia e etc.

Entendendo um pouco o papel da doula: ela é a mulher que pode dar apoio e informação antes, durante e após o parto. Antes do parto, pode auxiliar na elaboração do plano de parto através de informação, conversa e suporte, colaborando na preparação do parto. Durante o trabalho de parto, é a pessoa responsável por apoiar diretamente a mulher através de suporte físico (como massagem, auxílio em posições) e emocinal (como com palavras de incentivo e lembrando do planejamento do parto); também é aquela pessoa que é responsável pelo ambiente e conforto da mulher e sua família, caso necessário, como informar, deixar o ambiente mais confortável, alimentar a parturiente. No pós-parto, pode auxiliar a mulher nos primeiros dias na adaptação com o novo bebê, alimentação, amamentação. Esse papel preenche uma lacuna cultural e profissional inexistente em hospitais e equipes, apesar de muito importante para o sucesso e satisfação da mulher na gestação, parto e puerpério.
As mulheres que se interessam por esse apoio podem buscar em sua cidade ou região em qualquer momento da gravidez, sendo importante também o quanto antes, para que haja tempo de busca de equipe e elaboração de planejamento do parto, já que apenas o acompanhamento da doula não garante que o atendimento médico e hospitalar seja humanizado.

Nós do Ishtar Sorocaba apoiamos o trabalho das doulas e o definimos como "as duas mãos oferecidas à mulher: a que apoia e a que acolhe, acaricia". São as mãos que auxiliam no empoderamento e fortalecimento da mulher, sempre ao seu lado de forma silenciosa e secundária.

É um prazer imenso resgatar o feminino no ambiente e momento do parto, através de fortalecimento de vínculos entre mulheres que se entendem, se apoiam.

Michelle Antunes Rocha, Ishtar Sorocaba, apoiada pela doula em conjunto com sua família. Créditos de Kelly Stein.
Parabéns a todas as doulas que lutam e trabalham pelas mulheres, fortalecendo essa grande rede da humanização do parto e nascimento!

Caso você esteja grávida e esteja em busca de uma doula, em qualquer cidade do Brasil, nos escreva que auxiliaremos a encontrá-la: espacoishtarsorocaba@gmail.com

E você que foi acompanhada por uma doula, deixe aqui seu breve relato-depoimento!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Próximo Encontro - 17/12/2011 - DoAção

Ouvir. Falar. Doar.

Neste último encontro de 2011, o Ishtar Brasília está organizando uma super manhã de doação e conta com a sua contribuição.
Nossa intenção é recolher entre as mães que frequentam ou já frequentaram o grupo, roupas, brinquedos, artigos infantis e outros objetos. Posteriormente, iremos organizar alguns enxovais para doarmos às gestantes carentes.

Também estamos organizando um lanche coletivo para comemorar um ano tão gratificante!
Leve a sua contribuição!

Confirmado!
Data: 17/12/2011 - SÁBADO
Horário: das 10h às 12h
Local: Parque Olhos Dágua - final da Asa Norte, próximo à SQN 214. Dentro do parque, vamos nos encontrar próximos ao quiosque da administração do parque.

------------------------------------
Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 8 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Belo Horizonte, Brasília, Divinópolis, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Sorocaba).

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

I Seminário Nacional sobre Humanização do Parto e Nascimento


Representantes do Ishtar e da Parto do Princípio estarão presentes neste evento!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Fotos do Encontro - 19/11/2011 - Posições

Em mais um encontro organizado na área coberta do Parque Olhos, nos reunimos na manhã desse sábado ensolarado para falarmos sobre Posições para o Trabalho de Parto e o Parto.

Com o auxílio de alguns instrumentos como: bola suiça, banqueta de parto e banquinho, foi demonstrado às que estiveram presentes as tantas posições que a mulher pode adotar na Hora H, ou melhor, na Hora P!

Alguns experimentaram, como o casal Débora e Jansen, à espera da chegada de Giovana, com 39 semanas na barriga. Ao final, fizemos um círculo para celebrar a despedida da barriga desse casal assíduo no grupo.


E a famosa foto com todos os que puderam compartilhar dessa conversa.
Até a próxima!


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

sábado, 12 de novembro de 2011

Próximo encontro - 19/11 - Posições para o trabalho de parto e parto

Em nosso próximo encontro, dia 19/11, iremos apresentar e trocar experiências sobre posições para o trabalho de parto e parto.

Afinal de contas, será que é possível parir em posições diferentes da posição horizontal praticada dentro de hospitais?
E que posições são estas?
Durante o trabalho de parto como posso me movimentar para facilitar o processo?
O que o meu acompanhante pode fazer para me ajudar?

Estas e outras questões serão discutidas neste encontro!


Confirmado!
Data: 19/11/2011
Horário: das 10h às 12h
Local: Parque Olhos Dágua - final da Asa Norte, próximo à SQN 214. Dentro do parque, vamos nos encontrar próximos ao quiosque da administração do parque.


>>> Leve uma canga ou uma toalha. Não esqueça da garrafinha de água para se hidratar!

------------------------------------
Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 8 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Belo Horizonte, Brasília, Divinópolis, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Sorocaba).

sábado, 5 de novembro de 2011

O Renascimento do Parto - prévia do filme

Clique aqui e assista ao vídeo "O Renascimento do Parto", prévia do filme que será lançado em março/2012.

sábado, 8 de outubro de 2011

Fotos do Encontro - 08/10/2010 - Relatos de Partos Domiciliares

Neste encontro tivemos a presença de vários casais grávidos e outros com os bebês do "lado de fora". Foi uma tarde de muito partilha com os relatos de 3 casais que passaram pelo grupo e tiveram experiências de partos domiciliares com parteiras.

O salão ficou pequeno para tanta gente.
Muitas dúvidas e muitas certezas!

Começamos com o relato de parto domiciliar do casal Alex e Inês, pais da pequena Malu com exatos 30 dias de vida "fora da barriga".

Em seguida, tivemos o relato de parto resgatador do casal Lia e Rafael, pais de Emília (PNH) e de Margarida (PD). Emília contou suas histórias de parto, fazendo uso de fotos do primeiro parto no hospital e a busca por um parto humanizado e domiciliar, segundo ela, saindo tudo como o que estava no plano de parto.

Para fechar a tarde, o casal Nice e Walter Bauchspiess, pais de Lucas que nasceu na hora dele, com quase 42 semanas de gestação.


Após os relatos, a palavra foi aberta aos participantes para que pudessem questionar e expressar o que este encontro representou para eles nesta tarde.

Apesar da insegurança em assumir o parto domiciliar, os casais saíram com a demonstração de que o "parto é nosso": da mulher, do casal e daqueles que assumem para si a responsabilidade pela fisiologia do momento!

Até a próxima!


terça-feira, 4 de outubro de 2011

Próximo Encontro - 08/10/2011 - Relatos de Partos Domiciliares

No encontro deste sábado, 08/10, ouviremos o relato de casais que passaram pela experiência do parto domiciliar e frequentaram o Ishtar Brasília.

O que estava previsto e o que ficou fora do plano de parto?
O ambiente do parto, a equipe, o momento do nascimento.
Para falar sobre isso e muito mais estaremos reunidos!

Confirmado!
Data: 08/10/2011
Horário: das 16h às 18h (NOVO HORÁRIO)
Local: Salão de festas da SQN 404 Bloco I - Asa Norte (próximo à Escola DNA e às entrequadras comerciais 404/405).

------------------------------------
Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 8 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Belo Horizonte, Divinópolis (novo!), Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).



terça-feira, 27 de setembro de 2011

Fotos do encontro - 17/09/2011 - Por que amamentar é importante?

Falando sobre "Por que a amamentação é importante", o grupo Ishtar Brasília se reuniu na área coberta do Parque Olhos Dágua na tarde de mais um sábado.


Contamos com a presença de Gilmara Silva que conversou com mães, grávidas e demais interessados sobre os benefícios da amamentação. O tema se ampliou e também conversamos sobre as dificuldades e os desafios da amamentação, deixando dicas para os casais.

Com apenas 10 dias fora da barriga, tivemos a visita de Malu, filha de Inês e Alex, nascida em casa. O casal compartilhou conosco a experiência atual com a amamentação.


Até a próxima!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Próximo encontro - 17/09/2011 - Por que amamentar é importante?

Por que amamentar é importante?
É com esse tema que iremos nos reunir em nosso próximo encontro com a presença de Gilmara Silva, nutricionista do Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Reginal de Taguatinga (HRT) e Consultora em Aleitamento Materno.

Confirmado!
Data: 17/09/2011
Horário: das 15h às 17h (NOVO HORÁRIO)
Local: Parque Olhos Dágua - final da Asa Norte, próximo à SQN 214. Dentro do parque, vamos nos encontrar próximos ao quiosque da administração do parque.

>>> Leve uma canga ou uma toalha. Não esqueça da garrafinha de água para se hidratar!


------------------------------------
Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 7 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Belo Horizonte, Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).

************************
NASCIMENTOS:
Nasceram de partos domiciliares:
Malu, filha de Inês e Alex (dia 8/09);
Margarida, filha de Lia e Rafael (dia 10/09).
Lucas, filho de Nice e Walter Bauchspiess (dia 11/09)

Sejam bem vindas, garotinhas!

sábado, 13 de agosto de 2011

Fotos do Encontro - 13/08/2011 - 2 anos Ishtar Brasília

Foi com grande alegria que comemoramos os 2 anos de existência do Ishtar Brasília neste sábado, 13/08/2011!
Apesar da presença tímida dos convidados, conversamos bastante sobre o nascimento do grupo em 2009 e os benefícios que eles trazem para os casais, ajudando-os na busca de um parto respeitoso e na transformação do casal.
Para relembrar os encontros que aconteceram, preparamos uma foto marcante de cada um. Revivemos os que passaram pelo grupo, dos nascimentos e das parcerias, como Paloma Terra e Marília Largura que estiveram presentes.


Exibimos o filme "Dia do Nascimento", de Naoli Vinaver e a produção sobre a SMAM 2011 com os depoimentos que gravamos no dia do Mamaço Nacional, em Brasília.

Ao final, as crianças entraram em cena e comemoraram conosco esse dia, cantando parabéns ao Ishtar e soprando a velinha de 2 anos!

Um viva ao Ishtar Brasília!

E uma boa hora para Lia Miranda (36 semanas), esperando seu bebê para a próxima lua cheia.

SMAM 2011 - Homenagem do Ishtar Brasília às mamíferas!

video

domingo, 7 de agosto de 2011

Próximo encontro - 13/08/2011 - Aniversário de 2 anos do Ishtar Brasília

Estamos preparando uma festa para comemorar os 2 anos de existência do grupo Ishtar Brasília e você é nosso(a) convidado(a)!
Foram muitas mulheres e casais, gestantes ou não, e seus nascimentos inesquecíveis que fizeram a história do grupo!

Vamos celebrar!

Faremos uma roda descontraída com bolo e bebidas!
Um encontro especial com a exibição de alguns filmes e do documentário produzido pelo Ishtar, divulgado na conferência da ReHuNa em 2010.

Você pode contribuir com nosso lanche coletivo!

Data: 13/08/2011
Horário: das 10h às 12h
Local: Salão de festas da SQN 404 Bloco I - Asa Norte (próximo à Escola DNA e às entrequadras comerciais 404/405).

------------------------------------
Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 6 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Fotos do Encontro - 30/07/2011 - Pós-parto e cuidados com o bebê

O encontro deste sábado começou com a apresentação dos casais que estavam presentes, da equipe do Ishtar e dos demais participantes.
Preparamos uma dinâmica na qual distribuimos folhas em branco para cada casal/gestante pedindo que escrevessem quais as principais dúvidas, questionamentos, sentimentos que tinham a respeito do pós-parto imediato e dos dias seguintes e sobre os cuidados com o bebê.

Em seguida pedimos que guardassem as anotações e distribuímos alguns relatos de casais/pais/mães sobre o tema proposto e pedimos que destacassem nos relatos o que era comum entre o que escreveram e o que estava relatado.


Logo após abrimos para discussão, muito rica, muito tranquila, esclarecedora, sob uma deliciosa sombra de árvores todos sentados na grama.


O fechamento do encontro se deu com a conclusão de que se fizermos com amor e na intenção de acertar já estaríamos acertando, porque os bebês tem a incrível capacidade de sobreviver a nós, pais.
Foi discutida também a questão da imposição de alguns modelos vigentes na sociedade atual, desde os cuidados com o bebês aos acessórios necessários para a chegada dele e para estes cuidados.
Também refletimos sobre a necessidade de ouvirmos o bebê e de aprender a sermos pais e mães e que, neste aprendizado, também acertamos e não somos onipotentes, que as mães tem sentimentos ambivalentes e que precisam muito dos companheiros, do apoio e da paciência deles e de que eles também precisam ser compreendidos.


O encontro se encerrou com a "despedida das barrigas" de Inês e Nice.
Fizemos um círculo, com elas no interior do círculo, todos se deram as mãos e, de olhos fechados, dissemos palavras de apoio, incentivo e boas vibrações para as mães de 36 semanas.
Foi muito lindo este momento!

Agradecemos a todos os presentes! Vocês fazem parte do Ishtar Brasília!
Estejam todos convidados para nossa festa de comemoração no dia 13/08/2011.

[Fortaleza] Workshop com Cláudia Rodrigues


Gravidez, Parto & Simbiose - Workshop com Cláudia Rodrigues no dia 20/08/2011 em Fortaleza/CE.

Mais informações no Blog do Ishtar Fortaleza:
http://ishtarfortaleza.blogspot.com/2011/07/ishtar-fortaleza-espaco-para-gestantes.html

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Próximo encontro - 30/07/2011 - Pós-parto e cuidados com o bebê

De grávida você passa a ser mãe. Começa uma nova fase. O bebê nasceu, e agora?
Vamos conversar sobre os cuidados após o nascimento do bebê, a mudança de rotina familiar e a fase de adaptação da nova família.

ATENÇÃO: Nosso encontro mudou de local!

Data: 30/07/2011 (sábado)
Horário: 10h às 12h
Local: Parque Olhos Dágua - final da Asa Norte, próximo à SQN 214. Dentro do parque, vamos nos encontrar próximos ao quiosque da administração do parque.
>>> Leve uma canga ou uma toalha. Não esqueça da garrafinha de água para hidratar!

Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) ou (61) 8160-7623 (Sabrina), por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda com um comentário no blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 6 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).

terça-feira, 21 de junho de 2011

Fotos do Encontro - 18/06/2011 - Nascendo no Brasil

Com o tema "Atenção ao parto no Brasil" nos reunimos para assistir ao documentário "Nascendo no Brasil", gravado em Porto Alegre e que conta a trajetória de alguns partos em hospitais públicos e privados.

Contamos com a presença de alguns casais e algumas grávidas. Também tivemos a presença de doulas e da parteira Paloma Terra, compartilhando de suas experiências conosco.

Após o vídeo, conversamos sobre as histórias narradas e a realidade brasileira sob a ótica de cada participante.
Diante de algumas dúvidas e mitos vistos no documentário, Paloma Terra compartilhou o documento Manual de Alto Risco do MS, disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/gestacao_alto_risco.pdf, uma publicação que oferece uma leitura abrangente sobre gestação de alto risco.

Até o próximo encontro!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Próximo encontro - 18/06/2011 - Atenção ao Parto no Brasil

Olá Pessoal!

O tema de nosso encontro será: "Atenção ao Parto no Brasil", com a exibição do filme "Nascendo no Brasil". Falaremos sobre as dificuldades de se ter um parto normal no Brasil, país recordista de cesarianas.

Estamos esperando por você!
Não percam!

Data: 18/06/2011 (sábado)
Horário: 10h às 12h
Local: salão de festas da SQN 404 Bloco I - Asa Norte (próximo à Escola DNA e às entrequadras comerciais 404/405).

Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8143-7182 (Rafaela) por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda pelo comentário do blog.

**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 6 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).

Você recebeu o convite? Não? Então entre em contato e enviaremos!
Caso já tenha recebido, está esperando o que para entrar e se apresentar?!
http://groups.google.com.br/group/ishtarbrasil

O Ishtar também está no Twiitter: http://twitter.com/ishtarbrasil

********************************
NOTÍCIA RELACIONADA

Uma em quatro mulheres relata maus-tratos durante o parto
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/880316-uma-em-quatro-mulheres-relata-maus-tratos-durante-o-parto.shtml

Chorando em um hospital, agulhada pelas dores das contrações do parto, mulheres brasileiras ainda têm de ouvir maus-tratos verbais como: "Na hora de fazer não chorou, não chamou a mamãe. Por que tá chorando agora?". A informação é da reportagem de Laura Capriglione publicada na edição desta quinta-feira da Folha.

De acordo com o texto, uma em cada quatro mulheres que deram à luz em hospitais públicos ou privados relatou algum tipo de agressão no parto, perpretada por profissionais de saúde que deveriam acolhê-la e zelar por seu bem-estar. São agressões que vão da recusa em oferecer algum alívio para a dor e xingamentos até gritos e tratamentos grosseiros com viés discriminatório.

Leia mais...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Ishtar e o Mamaço Brasília

Pelo direito à amamentação em público

Escrito por Ricardo Viula

Mais parecia um piquenique, porém, o encontro de papais e mamães partiu de um motivo sério. Entre as 15h30 e 17h20 do último dia cinco, vários bebês puderam usufruir de colo e peito na companhia dos pais, reunidos para discutir a recente polêmica em torno de se é adequado, ou não, amamentar em público. Aproximadamente 20 casais participaram do ato.

Paloma Varón, jornalista e iniciadora do movimento em Brasília, além de mãe de Cecília, quatro anos, e Clarice, dez meses, comenta que o debate a nível nacional começou quando, em março deste ano, a antropóloga Marina Barão foi impedida de amamentar o filho Francisco em exposição de arte no Itaú Cultural da Avenida Paulista, São Paulo. O motivo, segundo a funcionária que a abordou, era a norma do espaço de proibir a alimentação no local.

Foto: Ricardo Viula
foto_interna

Paloma Varón acredita que a sociedade brasileira está "importando" o pudor excessivo dos Estados Unidos

Reação cibernética

A repercussão do caso nas listas virtuais sobre maternidade ganhou dimensão suficiente para que, no dia 12 de maio, um grupo de cerca de 30 mães acompanhadas pelos filhos lactentes retornasse à instituição cultural e realizasse um “mamaço”. Na mesma semana, o Facebook retirou uma foto em que a jornalista Kalu Brum amamentava o filho Miguel, alegando que o conteúdo da imagem era pornográfico. Em resposta, diversas mães postaram fotos de momentos de amamentação em blogs e perfis do Facebook: o “mamaço” virtual.

“Como as reações foram piores, com o artigo do J.P.Coutinho na Folha (João Pereira Coutinho, colunista da Folha.com) e as críticas dos humoristas do CQC, achamos por bem organizar um ‘mamaço’ em cada cidade”, pondera Varón. A jornalista lamenta as mudanças no posicionamento da opinião pública a respeito do tema: “Nossa manifestação não é contra o CQC, ou contra o João Pereira Coutinho, é contra esse pensamento que eu considero um retrocesso, visto que há dez anos atrás, ou até há mais anos atrás, amamentava-se na rua e, se alguém se incomadava, virava o rosto e tudo continuava, e, agora, as pessoas resolveram se manifestar contra esse direito que já era garantido”. A organização desse evento em escala nacional ocorreu via redes sociais. Ao todo, foram onze cidades – Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Recife, Belém, Londrina e Campinas.

Sylvana Karla, analista de sistemas e organizadora do Ishtar, grupo voluntário de apoio à gestação e à maternidade ativa, ressalta os benefícios do aleitamento materno, como a prevenção do câncer de mama e das alergias infantis. “Sempre estou incentivando a amamentação para que a mãe não desista, não se deixe levar pela doação, pelo tempo que tem que ficar muito com o bebê”, explica.

Ela, da mesma forma que a maioria das mulheres naquela tarde, estava ao lado do marido. Wellington Lemos, funcionário público e pai de Ernesto, quatro anos e meio, e Joana, um ano e três meses, aprova a iniciativa e é objetivo ao argumentar que “tem que incentivar mesmo, não ter vergonha, se a criança está com fome, tem que amamentar”.

CQC ameaça blogueira

Um dia após programa exibido pelo CQC 3.0 no dia 31 de maio, a professora universitária Lola Aronovich postou um texto, cujo título era “CQC anti-amamentação, vai pra PQP”, em que acusava o trio de humoristas de se posicionarem contra a amamentação em público por meio de opiniões misóginas e machistas.

Entre os 557 comentários, a blogueira reproduziu dois e-mails enviados por um dos apresentadores do programa, Marcelo Tas, que exigia a retificação dos argumentos utilizados pela professora. Aronovich manteve a postura e obrigou o apresentador a enviar um último e-mail em que colocava a intenção de processá-la por calúnia e difamação. Em tom de desafio, novo post intitulado “Liberdade relativa: Marcelo Tas quer me processar” e, até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta do apresentador.

Fonte: http://www.fac.unb.br/campusonline/sociedade/item/1139-brasilia-e-mais-oito-capitais-recebem-manifestacoes-do-mamaco-nacional

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Mamaço Nacional - Brasília

No próximo domingo, dia 5 de junho, comemora-se o Dia do Meio Ambiente e, paralelamente a isso, haverá um Mamaço Nacional, com adesão de várias cidades. E Brasília não vai ficar de fora.

Local: Parque Olhos D’água (Asa Norte) - as mães se reunirão no gramado atrás da Administração do parque; levem toalhas para piquenique e comidinhas saudáveis para a confraternização das mam(m)as!

Hora: 15h30

Próximo Encontro - 18/06/2011

Aguardem mais informações!

domingo, 15 de maio de 2011

Fotos do Encontro - 14/05/2011 - Parto Humanizado


Com a presença de Iara Silveira, integrante do grupo de gestantes Hanami, de Florianópolis/SC, nos encontramos neste sábado para falarmos sobre Parto Humanizado.

Iara trouxe ao grupo o tema em slides, com fotos do grupo e abordando outros temas relacionados, como intervenções no trabalho de parto e parto, cesareana, entre outros.


O público presente participou ativamente, levando suas dúvidas para o debate.
Aproveitamos o encontro para expor as fotos da Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento, SMRN, cujo tema neste ano é "Meu Parto, Meu Corpo, Meu Bebê. A Escolha é Minha!", como slogan "O parto é meu!".


Ao final, sorteamos uma cópia do DVD Hanami - o florescer da vida, presenteado pelo grupo e disponível para aquisição aqui.

O Ishtar apoia este projeto!

Agenda SMRN 2011

Após a exposição de fotos da Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento, realizada nas dependências da ESAF de 11 a 13/05/2011, o Ishtar Brasília e a Parto do Princípio leva a exibição para o Espaço Ganapati de 17 a 20/05/2011.

Para ver as fotos das últimas exibições, clique aqui.

Para ver fotos dos anos anteriores, selecione o link correspondente:

Mais informações sobre a SMRN, acesse o site oficial.

sábado, 14 de maio de 2011

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE DOULAS - RECIFE

É com grande alegria que o Instituto Nômades e o Ishtar Espaço para Gestantes anunciam a tod@s a realização do seu CURSO DE CAPACITAÇÃO DE DOULAS no Grande Recife. Vejam mais detalhes abaixo e no cartaz em anexo. As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas!

- Objetivo do curso: capacitar mulheres de diversas áreas/profissões para atuarem como doulas (acompanhantes de parto) em partos hospitalares e domiciliares.

- Público alvo: mulheres de qualquer formação profissional que desejam ajudar outras mulheres no trabalho de parto, parto e pós-parto imediato.

- Período de realização: 09 a 12 de julho de 2011
- Carga horária total: 37 horas (haverá uma atividade prática numa maternidade local com 5 horas de duração)
- Local: Granja Jaguaroca, Aldeia, Camaragibe/PE
- Equipe:
Melania Amorim (obstetra)
Leila Katz (obstetra)
Dan Gayoso (doula)
Ana Katz Schuler (doula)
Kelly Brasil (doula)
Fabiana Melo (fisioterapeuta)
Marcelle Mello (enfermeira obstetra)

-Valor: R$ 600,00 (pode ser parcelado em até 3 vezes)

- Mais informações/inscrições: (81) 3454.2505 | 9973.8035 | 8825.1274 - dan@institutonomades.org.br | espacoishtar@gmail.com

terça-feira, 10 de maio de 2011

SMRN 2011 em Brasília


A exposição de fotos da Semana Mundial pelo Respeito ao Nascimento - SMRN 2011 será inaugurada em Brasília nesta quarta, 11/05.
O evento conta com 18 fotos em preto e branco de mulheres e casais em momentos logo após o parto.
Neste ano, o tema da SMRN é "Meu Parto, Meu Corpo, Meu Bebê. A Escolha é Minha!".

A exposição de fotos da SMRN acontece simultaneamente em diversas cidades do Brasil e é organizada pela rede de mulheres Parto do Princípio.

Local: área externa da biblioteca da ESAF*
Período: 11 a 13/05/2011
Horário: 8h às 18h

* Em paralelo à exposição, também acontecerá o CONSEGI 2011 - Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico nas dependências da Escola de Administração Fazendária - ESAF.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Marcha das Parteiras de Brasilia no Correio Braziliense

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2011/05/06/interna_cidadesdf,251020/parteiras-reinvidicam-maior-reconhecimento-na-profissao.shtml

Parteiras reinvidicam maior reconhecimento na profissãoEm passeata pela Esplanada dos Ministérios, parteiras práticas e graduadas se reuniram, no dia mundial de sua categoria, a fim de reivindicar maior reconhecimento para a profissão no Brasil.

Luiz Calcagno

Janaína Moreno de Carvalho nasceu em casa. A mãe, Flávia Ilíada Oliveira, 30 anos, teve ajuda de uma parteira e de uma doula para dar à luz a filha. Tudo correu tranquilo, sem sustos no meio do caminho. A menina chegou saudável ao mundo e o pai foi o primeiro a pegá-la no colo. A história da mãe e da criança, no entanto, não é antiga, como se pode imaginar em uma época em que grande parte dos bebês nasce em quartos de hospitais. Ocorreu há apenas oito meses. Janaína também não nasceu em um lugar sem acesso a unidades e centros de saúde. Foi concebida na capital federal. Flávia é publicitária e faz parte de um grupo de mães que escolheram ter um parto normal, humanizado.


“Foi uma experiência transformadora e de respeito à mulher”, relatou. “Quando damos à luz em casa, com uma parteira, há um respeito ao tempo da mãe e da criança. Meu marido participou diretamente, então, os laços familiares ficaram fortalecidos. Ele pegou minha filha no colo quando ela nasceu. Antigamente, era assim que funcionava. A mulher se recolhia. Agora, são muitos médicos, muita luz. Em um hospital universitário, às vezes, vários estudantes de medicina assistem ao parto, quando ele deveria ser mais íntimo. Também é uma forma de resgatar uma tradição.”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que apenas 15% dos partos realizados sejam cesarianas. Embora o número de procedimentos humanizados feitos no Distrito Federal e no Brasil supere o das cirurgias, o país ainda está longe de alcançar a marca. Brasília, por exemplo, registrou, em 2010, um total de 40.543 partos em hospitais públicos. Desses, 25.238, pouco mais de 62%, ocorreram sem uso do bisturi. Nacionalmente, dos 1,96 milhão de partos feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), 1,24 milhão foram humanizados — aproximadamente 63% do total. Os números são da Secretaria de Saúde e do Ministério da Saúde, respectivamente.

Ontem, no Dia Mundial da Parteira, profissionais práticas (tradicionais) e graduadas fizeram uma passeata que seguiu do Ministério da Saúde para o Palácio do Planalto. A Marcha Regional das Parteiras, que reuniu profissionais do DF e do Entorno, durou cerca de duas horas e contou com representantes de São Paulo, do Amapá e de Tocantins. A categoria reivindicou maior reconhecimento do governo para os dois ramos da profissão. As graduadas pedem mais apoio governamental e as tradicionais querem ser reconhecidas como agentes de saúde. Na próxima semana, elas vão entregar uma carta com as reivindicações nos gabinetes dos deputados federais.

Para Paloma Terra, parteira graduada e organizadora da Marcha Regional das Parteiras, esses números estão abaixo das expectativas, principalmente pela “falta de atenção do governo com a categoria”. Ela alega que os quase 40% de cesarianas que ocorrem no DF e no Brasil ainda representam um número muito alto. “Na rede particular, a quantidade de procedimentos cirúrgicos de parto sobe para 80%. O Hospital Brasília, o melhor do DF, tem 90%. É urgente a integração das parteiras na atenção à saúde maternoinfantil no Brasil. Somos campeões mundiais de cesarianas. A cirurgia acarreta cinco vezes mais riscos para a mãe e para a criança”, alertou.

Humanização
Na visão de Paloma, o sistema está desumanizado. Ela alega que cerca de 17% das mulheres que dão à luz no setor privado e pelo menos 27% das que entram em trabalho de parto no setor público sofrem algum tipo de maus-tratos. “As mulheres saem do parto traumatizadas. Países como a Holanda e Escandinávia, com maior índice de saúde maternoinfantil do mundo, reconhecem essas profissionais. A parteira atende em caso de baixo risco”, exemplificou. Para a professora da Universidade de Brasília e parteira Silvéria Santos, a manifestação serve para dar visibilidade à categoria. “O sistema de saúde brasileiro omite a parteira tradicional. Não registram esses partos. Ela é uma mulher que atende a mãe e respeita a cultura, os valores eos hábitos da mulher”, afirmou.

Moradora de Santo Antônio do Descoberto (GO), Sebastiana Mendes, 84 anos, realiza partos desde 1960. Ela conta que nunca perdeu uma mãe ou filho durante um parto humanizado. “Me considero importante. Nos valorizar é o caminho certo. É uma profissão muito séria e o governo deveria nos respeitar e agir”, opinou. Embora não tenha filhos, a estudante Alaya Dullius, 26, identificou-se com a causa. “Acho que temos que melhorar o atendimento obstétrico no Brasil. Ele é violento e desrespeita as recomendações da OMS fazendo cesarianas desnecessárias. Se a gente melhora a forma de nascer, cria um mundo mais humano.”

Apoio psicológico
No parto normal ou humanizado, a doula é uma mulher que geralmente acompanha a parteira.

Ela ajuda em todos os procedimentos, mas tem o papel fundamental de prestar apoio físico e emocional à mãe, além de prestar informações sobre a gravidez.

A presença da doula possibilita um parto mais seguro, mais rápido e menos doloroso.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Próximo Encontro - 14/05/2011 - Parto Humanizado

Você já ouviu falar em Parto Humanizado?
Sabe os benefícios que este parto proporciona à mãe e ao bebê?

No próximo encontro falaremos sobre este tema com a presença de Iara Silveira, integrante do Hanami, grupo de gestantes que atua em Florianópolis/SC.

Data: 14/05/2011 (sábado)
Horário: 10h às 12h
Local: salão de festas da SQN 404 Bloco I - Asa Norte (próximo à Escola DNA e às entrequadras comerciais 404/405).

Confirme sua participação:
Pelo telefone: (61) 8108-2161 (Sylvana) ou (61) 8160-7623 (Sabrina) por e-mail ishtarbrasilia@gmail.com ou ainda pelo comentário do blog.
**********************
*AVISOS!*
O Ishtar conta com um grupo de discussão na internet onde podemos trocar mensagens entre as participantes dos 6 Ishtar espalhados pelo Brasil (Belém, Recife, Sorocaba, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro).

Você recebeu o convite? Não? Então entre em contato e enviaremos!
Caso já tenha recebido, está esperando o que para entrar e se apresentar?!
http://groups.google.com.br/group/ishtarbrasil

O Ishtar também está no Twiitter: http://twitter.com/ishtarbrasil

********************************
NOTÍCIA RELACIONADA

Parto Normal Humanizado

A humanização do parto não significa mais uma nova técnica ou mais conhecimento, ou até mesmo um parto normal ao som de música e a presença do acompanhante, mas, sim, o respeito à fisiologia do parto e à mulher. Nesse sentido, um parto humanizado pode até ser cesareana, desde que seja devidamente indicada.

Humanizar o parto é dar liberdade às escolhas da mulher, prestar um atendimento focado em suas necessidades. A mulher tem um pouco mais de controle sobre suas escolhas, quem estará ao seu lado, em que instituição será o parto e até mesmo qual será o profissional que atenderá ao parto. O profissional que atende o parto deve mostrar todas as opções que a mulher tem de escolha baseado na história do pré-natal e desenvolvimento fetal e acompanhar essas escolhas, intervindo o menos possível.

Clique aqui e leia mais...

domingo, 24 de abril de 2011

[Brasília] Marcha das Parteiras – Uma luta pela Humanização do Parto

No Brasil, o número de partos por cesariana em hospitais particulares é cinco vezes maior do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde, chegando ao alarmante índice de 80%.

Além disso, os casos de violência contra parturientes são uma triste realidade. Um estudo denominado “Mulheres brasileiras e gênero nos espaços público e privado”, aponta que 27% das mulheres que deram a luz na rede pública e 17% daquelas que pariram em rede privada relataram alguma forma de violência durante seu parto.

O Brasil possui uma forte rede de pessoas que lutam pela Humanização do Parto e do Nascimento. Esse movimento busca a integração das Parteiras Diplomadas (Obstetrizes) e das Parteiras Tradicionais no sistema de saúde. Vale salientar que o trabalho das parteiras tende a minimizar as intervenções desnecessárias durante o parto.

Os desafios são grandes. Atualmente, o único curso de graduação que forma Obstetrizes no país, na EACH-USP Leste em São Paulo, corre sérios riscos de extinção. Existem projetos - apoiados inclusive pelo Ministério da Saúde - que prevêem a integração das Parteiras Tradicionais no Sistema Único de Saúde. No entanto ainda é forte a resistência por parte de algumas corporações profissionais, como Conselho Federal de Medicina (CFM) e Conselho Federal de Enfermagem (COFEN).

Para o dia 05 de maio, dia internacional das Parteiras, estão previstas manifestações em várias partes do mundo inclusive outras cidades brasileiras como Rio de Janeiro e Florianópolis, lideradas pela International Confederation of Midwives (ICM), Confederação Internacional das Parteiras.

A Marcha das Parteiras em Brasília tem como objetivo chamar a atenção de autoridades públicas e sociedade para a integração efetiva da profissional Parteira (tradicional e diplomada) na assistência básica à saúde materno infantil contribuindo assim para a redução: da mortalidade materna e neonatal, da violência obstétrica e das vergonhosas taxas de cesarianas brasileiras. A concentração será a partir das 9 horas em frente ao Ministério da Saúde, seguindo para a Praça dos Três Poderes.


O QUE: Marcha das Parteiras

QUANDO: 05 de maio de 2011

ONDE: em frente ao Ministério da Saúde até a Praça dos Três Poderes

HORÁRIO: concentração às 9hs, saída prevista para às 10hs.

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Marieta Cazarré (61) 8160-5225 marietacazarre@hotmail.com

Últimos nascimentos

16/03 - nasceu Laura, filha de Rafaela (co-organizadora do Ishtar Brasília) e de Assis. Laura nasceu em casa após 1h30 de trabalho de parto.

01/04 - nasceu Elisa, filha de Larissa (frequentadora assídua do grupo) e de Flávio. A pequena Elisa também nasceu em casa, apressando-se às 36 semanas de gestação.

04/04 - nasceu Inaê, filha de Jackeliny e Glauco, em casa.

22/04 - nasceu Heitor, filho de Bianca Tinoco, mãe empoderada que frequentou o grupo. Heitor chegou num parto hospitalar.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Fotos do Encontro - 16/04/2011 - Parto Domiciliar

Infelizmente, por motivo de saúde, não pudemos contar com a presença da nossa convidada tão especial Marília Largura, mas a dinâmica do encontro foi convidativa às gestantes que puderam comparecer!

As participantes expressar seus medos, dúvidas e questionamentos diversos sobre o parto domiciliar. A presença de doulas fez do encontro mais interativo, contando suas práticas no dia a dia com as parturientes.

Todos ouviram o relato do parto de Larissa e seu companheiro, pais da pequena Elisa, com 15 dias de vida e que havia nascido às 36 semanas de gestação, num parto domiciliar "surpresa" e surpreendente. "A cada contração, sabia que a dor tinha um motivo: a chegada da minha filha", disse Larissa.

A experiente Rafaela, co-organizadora do Ishtar Brasília e mãe de João e de Laura, que completou 1 mês no dia do encontro, narrou seus partos domiciliares transformadores. "De um ninho para outro. É assim um parto domiciliar", afirmou Rafaela.


Ao final, um brinde com a foto do grupo e o sorteio do calendário do Ishtar Sorocaba, que foi para Larissa.


Até a próxima!